Como melhorar a saúde financeira da sua empresa?

A redução de custos, muitas vezes, é uma medida mais drástica que as empresas tomam com a finalidade de manterem seus negócios funcionando. Infelizmente ela só é adotada em momentos emergenciais.

O ideal é que haja um planejamento financeiro prévio para não haja necessidade de medidas mais drásticas como cortes em ativos que são fundamentais para a empresa, manutenção dos funcionários, investimento em marketing e entre outros.

Um bom planejamento financeiro com o uso adequado dos recursos vai proporcionar à empresa mais saúde financeira para inovar produtos e serviços e gerar mais competitividade no mercado.

Acompanhe nossas dicas e com atitudes simples, mantenha o seu negócio financeiramente saudável.

  1. Observe mais atentamente o seu regime tributário

Na abertura de um negócio, pequenas e médias empresas acreditam que ter o regime tributário Simples representa uma economia ao final do mês. O problema é que, muitas vezes, esse regime não é o mais adequado para a empresa. E essa aparente redução de custos inicial pode significar alguns danos mais à frente e complicações com o fisco.

Consulte o contador e verifique se o regime fiscal de sua empresa é o mais adequado para o volume do seu negócio e não tenha dor de cabeça no futuro com impostos devidos desnecessariamente.

  1. Cuide da gestão da sua equipe

Seus funcionários são ativos valiosos da empresa. Profissionais motivados têm um menor custo trabalhista. E, às vezes, é necessário apenas uma reavaliação na gestão da equipe para melhorar o ambiente de trabalho e proporcionar um dia a dia mais bacana para eles.

Infelizmente, muitos empreendedores não percebem que um bom ambiente de trabalho é uma ótima estratégia para reduzir custos da empresa.

  1. Peça apoio da equipe para reduzir custos simples da empresa

Os próprios colaboradores podem ajudar a identificar desperdícios que eles encontram nas atividades desempenhadas e que muitas vezes você pode desconhecer.

Conte com a participação de sua equipe para elaborar as metas para redução de 

custos da sua empresa. Você pode ainda usar parte do valor economizado na otimização de processos. 

  1. Saiba negociar com seus fornecedores

Cuidado ao avaliar fornecedores somente pelo preço de seus produtos e não pela qualidade que eles oferecem.

A primeira dica é renegociar os preços sempre que possível. Você garante a qualidade do produto ou serviço e melhora sua margem de lucro obtendo assim uma economia relevante no final do mês. 

Outra ideia: não tenha apenas um fornecedor. Diversifique o número de fornecedores e evite o risco de ficar sem os produtos no seu estoque ou sofrer com os preços altos.

  1. Reavalie o local de trabalho

Sua empresa está gastando muito com aluguel, condomínio, internet, telefone, energia? Com certeza esses custos fixos pesam muito no final do mês no bolso do empreendedor.

Uma excelente forma de reduzir esses custos sem perder a funcionalidade da sua empresa no dia a dia é mudar de local. Isso mesmo! Se o seu negócio comporta poucas pessoas e é dinâmico (pode ser feito de qualquer lugar) porque não aderir aos escritórios compartilhados?

Você consegue alcançar uma redução de aproximadamente 90% de todos esses custos citados acima.

Gostou das ideias? Que tal começar a planejar mais saúde financeira para o seu negócio a partir de hoje mesmo?