top of page

Dicas para quem quer abrir um negócio em 2023

Ano novo é sempre tempo de refletir, rever metas e planos e pensar em colocar alguns sonhos em prática.

Diante da alta taxa de desemprego e tanta dificuldade para ter um emprego de carteira assinada, muitas pessoas desejam em 2023, ter um negócio próprio e que seja rentável.

Por falar em empreendedorismo, o tema nunca esteve tão em alta no Brasil. De acordo com o portal “Empresas e Negócios”, do Governo Federal, houve registro de mais de 14 milhões de Microempreendedores Individuais (MEI) em 2022.

Esse número é bastante expressivo e mostra que, diante da crise econômica desses últimos anos, o brasileiro buscou se reinventar investindo em alternativas diferentes.

Para quem está pensando em ter sua independência financeira em 2023, é importante estar atento às tendências de negócios e estar preparado para os desafios do mercado, que vem sofrendo transformações.

PLANEJAR

Empreender pode ser uma ótima opção para quem busca trabalhar para se sustentar ou deseja ter independência financeira. Mas não é uma tarefa simples. É preciso ter planejamento para que o negócio traga o retorno desejado e possa crescer.

Uma má gestão pode comprometer tudo e levar a frustração.

ABRIR A EMPRESA

Todo o empreendedor, ao abrir o seu próprio negócio, deseja obter retorno do investimento em curto prazo, mas é necessário trabalho árduo e paciência para tornar o empreendimento viável e bem-sucedido.

Existem alguns passos que podem facilitar o processo. Nós do EV, trabalhamos diretamente com diversos empreendedores há mais de 27 anos e na prática, percebemos o quanto é importante se dedicar a um planejamento para o sucesso do empreendimento, seja de que tamanho for.

VAMOS ÀS DICAS!

PLANEJAMENTO

Nossa primeira dica não teria como ser outra. Esse deve ser um processo realista e racional de avaliação, na busca de informações estruturadas para realizar o investimento.

Neste período de instabilidade econômica e política, alguns empreendedores não sabem em qual atividade investir, qual poderá dar mais retorno. Neste caso, o aconselhável é elaborar um modelo de negócio, que não inclui ainda aspectos técnicos como legislação, custos e despesas, mas pode auxiliar na estruturação de um novo negócio e testar a ideia.

O Plano de Negócios auxilia passo a passo na construção da ideia do negócio, considerando os pontos essenciais que devem ser observados e registrados em finanças, marketing, pessoas, mercado, entre outros.

MERCADO

Primeiro ponto a ser analisado dentro do Plano de Negócios. Veja se existe público e oportunidades de crescimento. Alguns negócios podem parecer interessantes, mas não ter perspectiva de ampliar a médio e longo prazo. Não cometa o erro de investir pensando em apenas lucrar a curto prazo.

ESTRATÉGIA

Procurar o melhor local para instalar o negócio é uma das atividades mais importantes antes de abrir a empresa. Se seu negócio é local e precisa de ponto físico para vendas, por exemplo, veja se o local escolhido não está saturado. Estude o mercado para medir a concorrência próxima e a que não é próxima também e utilize essa pesquisa para analisar os pontos fortes e fracos de cada um para aprimorar a sua empresa.

É necessário analisar o processo de logística e venda da mercadoria, facilidade de acesso dos clientes ao local, estacionamento, distância entre rodovias, sistema bancário, bem como todos os custos fixos envolvidos no imóvel para a instalação do empreendimento.

Se você é autônomo e precisa de um local para fazer seus atendimentos, por exemplo, não deixe de pesquisar os escritórios virtuais. Tanto eles quanto os coworkings são excelentes opções para quem busca conforto, praticidade e principalmente economia.

Uma outra dica sobre estratégia: O empreendedor deve ter conhecimento sobre os impostos para a abertura do negócio, a legislação trabalhista e tributária e os procedimentos específicos para a liberação do alvará de licença. Isso porque, alguns empreendimentos precisam de autorizações bem específicas.

PESQUISA

Fazer uma pesquisa de mercado é essencial para o seu negócio.Saber quem são seus concorrentes e fornecedores, as tendências e novos nichos de clientes são fatores muito importantes antes de colocar um novo produto ou serviços no mercado e investir recursos.

O empreendedor deve fazer um plano de investimentos que inclui a previsão de faturamento, cálculo dos custos fixos e variáveis e a previsão de resultados (lucros e prejuízos) para garantir reservas financeiras, evitar grandes dívidas e conseguir equilíbrio nos dois primeiros anos de mercado, período em que a mortalidade das micro e pequenas empresas são maiores.

Pesquisas demonstram que quanto maior o conhecimento do empreendedor e as experiências por ele vividas, na área ou em atividades similares, em que pretende atuar, maiores serão as chances de sucesso.

CAPITAL INICIAL

Saber o quanto tem para investir é importante. Nunca utilize toda a sua renda no início. Tenha sempre uma reserva para caso de emergência. Se descapitalizar no começo pode ser um grande risco. Tenha sempre em mente que o lucro não vem rápido e, portanto, é preciso estar sempre amparado.

A experiência e o estudo são fatores que auxiliam na definição do foco do negócio e na sua expansão ou crescimento. Por isso, é necessário refletir sobre o perfil do empreendedor com sua capacidade de persistência e tenacidade para ir em frente sem desistir no primeiro obstáculo dos muitos que terá que enfrentar nesta jornada.

OUTRAS DICAS IMPORTANTES

  • Busque o equilíbrio entre emoção X razão

  • Tenha conhecimento no ramo de atividade

  • Pesquise o local de instalação

  • Conheça a legislação

  • Conheça o mercado

  • Cuide das finanças

  • Identifique se possui o perfil de empreendedor

Uma dica importante é que o empreendedor esteja sempre estudando.

Invista em cursos, workshops e palestras. O conhecimento é fundamental para o sucesso do seu negócio.

Gostou das dicas?

Compartilhe esse blogpost.

Fonte: Sebrae



5 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page