top of page

Inteligência Artificial: como ela pode afetar o mercado de trabalho

A Inteligência Artificial (IA) já é uma realidade em nosso dia a dia. Mesmo que ainda não estejamos convivendo com robôs nas ruas, assistentes virtuais como a Siri e a Alexa, sistemas de reconhecimento facial e análise de dados, já fazem parte do nosso cotidiano.

Como essa realidade pode nos impactar?

Afinal: a IA veio para tirar os profissionais do mercado de trabalho ou potencializar nossas habilidades e competências para sermos mais produtivos em menos tempo?


A evolução tecnológica deste século está chegando até nós, com uma velocidade tão grande que mal temos tempo de nos adaptar e todo dia novas linguagens e sistemas já mudam novamente.

Para quem nasceu no século passado (como é o caso da maioria das pessoas que lê esse texto), essas mudanças podem impactar profundamente a nível social, emocional e nas nossas carreiras e trabalhos.


Muitas pessoas temem perder o emprego para a tecnologia. Pergunte ao ChatGPT, uma das ferramentas mais conhecidas de inteligência artificial, se ele se considera uma ameaça aos trabalhadores. A resposta será não.


Mas sabemos que algumas profissões serão modificadas ou substituídas. Aquelas que podem ser automatizadas estarão mais suscetíveis a estas mudanças.


Mas outras tendem a se beneficiar ou serem transformadas pela IA. As novas tecnologias trazem uma capacidade incrível de crescimento e potencialização do profissional no mercado de trabalho. Há muito tempo estamos convivendo com a realidade de ter que estar em constante atualização nas profissões. Estudar, melhorar, se atualizar e até mudar de área, já vem sendo uma realidade desde o surgimento da internet. E o que muda agora? Necessidade de um olhar mais apurado para entender de que forma a IA pode contribuir com nosso trabalho e nos adequar a isso, aprendendo a ser mais críticos e criativos ao invés de sermos somente operacionais e técnicos.


De acordo com um relatório da McKninsey, as atividades com maior risco de substituição serão trabalhadores de alguns setores como operadores de telemarketing, algumas funções administrativas (30%) e operadores de máquinas (40%). Já os ganhos maiores devem ocorrer nas áreas de saúde (25%) e manufatura (25%).


Estamos aqui para criar, pensar, produzir coisas complexas e a IA pode nos ajudar com isso fazendo trabalhos repetitivos e com grande volume de informação. O avanço tecnológico não é ruim, pelo contrário. Então o debate deve ser sobre como usar as novas tecnologias a nosso favor e pensar a médio prazo: “que habilidades ou conhecimentos novos posso adquirir?”


Em resumo, a IA está transformando o mercado de trabalho, apresentando tanto desafios quanto oportunidades. Por isso é interessante se preparar para os desafios que surgirão e aproveitar as oportunidades que a inteligência artificial pode oferecer.

4 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page