top of page

Pretende mudar de profissão e começar a empreender?

Empreender sempre foi e é o sonho de muita gente. Durante a pandemia, muitas pessoas se viram forçadas a começar o seu próprio negócio após serem demitidas. Muitos empreendimentos deram certo, outros não. Seja por falta de planejamento, estratégia de divulgação ou capital para investir, a verdade é que nem todo mundo consegue lidar com a instabilidade que é o início de um negócio.


Dados levantados pelo Instituto ADP Research, nos mostram que 80% dos brasileiros têm vontade de começar uma nova carreira e um dos principais motivos é a vontade de terem seus negócios. Mudar de profissão precisa de um planejamento. Adentrar uma carreira nova sem conhecimento é dar um tiro no pé. É necessário um mínimo de estudo sobre a nova profissão, isso quando ela não requer uma nova graduação ou curso específico. Além disso, é essencial um planejamento sobre o negócio que vai ser implantado para aumentar as chances de sucesso.


Histórias reais


“Eu tinha um emprego que muitos poderiam considerar como ‘o trabalho dos sonhos’. Um bom salário, jornada de trabalho de 6h, 30 dias de férias por ano, licença prêmio de 3 meses a cada 5 anos e a estabilidade da carreira pública. Mas, eu estava infeliz”.

Sílvia Pahins, 32 anos, que hoje atua como coach e mentora de empreendedores, conta que se formou em design e comunicação e atuou por alguns anos no mundo corporativo. Passados 10 anos, Sílvia começou a se questionar se aquele era o lugar certo para ela, mas foi após o nascimento do filho que ela teve certeza que não queria mais ficar onde estava. Foi aí que ela decidiu fundar a própria empresa – a Patoá – oferecendo programas de educação online. Hoje, o papel da coach é ajudar pessoas que também estão em busca de um trabalho que esteja alinhado com seus objetivos de vida.


Silvia Cristina Farah Saviani, 53 anos, trabalhou por 23 anos na área de TI antes de decidir empreender e escolher o mundo das franquias. Ela é formada em análise de sistemas, mas também tem uma segunda graduação em pedagogia, e foi isso que pesou na decisão pela própria marca, a loja de calçados infantis Bibi. Hoje, ela tem quatro franquias da rede em Minas Gerais.


“O importante é não ter medo de correr atrás dos seus sonhos. Somos muito capazes e temos uma força incrível para realizar o que queremos”


Pensando nessas histórias inspiradoras, o EV separou alguns erros e também algumas dicas para quem pensa em mudar de carreira para empreender. Aproveite!


Planeje a sua mudança de carreira de forma segura


O ideal é que tudo seja planejado de forma prática e consciente para evitar mudanças por causa de uma simples chateação no trabalho. Algumas pessoas cometem alguns erros ao mudar de profissão por não terem parado para analisar de forma mais calculada.

Aqui estão estão os principais erros que não se deve cometer quando se pensa em uma mudança de carreira:

  1. Pressa: a máxima “a pressa é inimiga da perfeição” se aplica aqui. Pode até ser que você esteja realmente esgotado e certo sobre a mudança, mas isso não significa que você deva jogar seu atual emprego para o alto do dia para a noite.

  2. Impulsividade: muito parecida com a pressa, mas significa que deve se ter paciência para esperar o momento mais oportuno de fazer as coisas. Busque se qualificar enquanto planeja.

  3. Pouco networking: o período antes de deixar o emprego para empreender, deve ser dedicado a construir um networking. Participe de palestras, especializações, cursos e eventos para conhecer pessoas que possam facilitar o seu ingresso no novo mercado.

  4. Despreparo: a falta de qualificação ainda é um empecilho na hora de trocar de carreira. Existe uma vantagem na hora da transição; os conhecimentos adquiridos na carreira anterior são levados, mas nada disso exime o profissional de se preparar.

Como se planejar, então?

  • Comece por considerar o impacto da sua mudança para você e sua família. Uma mudança de carreira e um novo trabalho trarão mudanças no dia a dia e isso pode impactar a vida de diversas pessoas. Coloque isso na balança e na ponta do lápis.

  • Se planeje financeiramente. Calcule todo o investimento necessário para mudar de carreira. Isso inclui qualificação, participação em eventos, cursos. Verifique a necessidade de alinhar as despesas e construa uma reserva para uma mudança mais segura. Um dos principais desafios é a questão financeira que deve ser bem pensada.

  • Comece a inserção na nova área aos poucos. Elabore uma estratégia para se qualificar, criar seu networking e identificar oportunidades dentro da carreira desejada. Isto é, na mesma medida que você se afasta gradualmente da profissão atual, é preciso investir na aproximação com a futura.

  • Desenvolva novas habilidades e competências relacionadas a área que você quer investir. Esteja de olho no que está acontecendo lá fora. Aprenda sobre marketing, em especial o digital. Você irá precisar se mostrar para o seu público.

Uma mudança de carreira pode ter várias motivações. Seja qual for a sua, é fundamental entender como fazer uma transição de carreira tranquila para ter mais segurança e chances de sucesso nessa empreitada.

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page